Debate: Não fuja da Dor!

Alguns estudos indicam que justamente quando queremos parar de pensar em alguma coisa, este pensamento volta com ainda mais força.

Infelizmente ao tentar suprimir um pensamento ou sentimento, produzimos um loop de auto-amplificação. Este fenômeno chamamos de Esquiva Experiencial.

Mais que isso: pessoas que usam estratégias de supressão apresentam maiores níveis de sintomas depressivos e obsessivos. A chamada “esquiva experiencial” desempenha papel importante na gênese e no desenvolvimento de uma série de transtornos psicológicos. Noutras palavras: seja qual for a batalha a ser enfrentada, por mais dolorosa que seja, fugir da dor não parece ser uma solução interessante.

Será que, como cantavam os garotos do Titãs, “fugir da dor é fugir da própria cura”? Se esse tipo de controle pode ser mais problema que solução, a solução é entregar os bets? Se correr o bicho come, mas se ficar o bicho pega? Para enfrentar essas e outras questões, convidamos dois psicólogos que não fogem da raia: Desirée Cassado e Rodrigo Boavista estarão conosco no debate “Boteco Behaviorista #33: Não fuja da dor!”

César Rocha – http://questaodeacaso.wordpress.com/
Desireé Cassado
Felipe Epaminondas – http://scienceblogs.com.br/psicologico
Marcela Ortolan
Rodrigo Boavista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.